Água no ouvido: principais causas, sintomas e como tirar

Além do desconforto, a presença prolongada de água pode levar a infecções e identificar os sintomas é crucial para agir rapidamente

Mariana Pimentel em Tempo de leitura: 4 minutos
Água no ouvido: principais causas, sintomas e como tirar

Quem nunca aproveitou um dia de sol na piscina e depois ficou com desconforto de água no ouvido? Seja após um mergulho na piscina, no mar ou até mesmo durante o banho, a água no ouvido é uma situação comum, porém desconfortável. Neste artigo, vamos mostrar como tirar água do ouvido de maneira rápida e correta, além de fornecer dicas para evitar esse incômodo.

A sensação de água no ouvido pode transformar um dia de diversão em desconforto, mas não se preocupe, temos as soluções certas para você. Descubra dicas práticas e cuidados importantes para evitar complicações. Acompanhe nossas orientações e mantenha seus ouvidos saudáveis.

Principais causas e sintomas

A água no ouvido pode ocorrer por diversas razões, resultando em desequilíbrio, tontura e dificuldades auditivas. Além do desconforto imediato, a presença prolongada de água pode levar a infecções. Identificar os sintomas é crucial para agir rapidamente.

Essa condição pode causar a sensação de dor, zumbido, perda da audição e pode caminhar para uma infecção, a otite. A constatação de ouvido entupido por água em um adulto ou por uma criança é essencial para realizar manobrar para o desentupimento.

O que fazer e como tirar água do ouvido??

As manobras ou métodos caseiros para tirar a água do ouvido, são:

  • Deitar de lado com o ouvido com água voltado para baixo e esperar que, pela gravidade, a água saia;
  • Inclinar a cabeça para o lado do ouvido com água, prender o ar na boca e dar pequenos pulos;
  • Colocar a mão sobre o ouvido com água e fazer o movimento como se fosse o desentupimento de pia, deitando-se de lado e deixando a água escoar pelo efeito da gravidade;
  • Com a cabeça inclinada para o lado do ouvido com água, puxar o lóbulo da orelha, abrindo desta forma o conduto auditivo, deitando-se de lado e com a gravidade ajudando a expulsar a água;
  • Fazer a manobra de valsalva, que consiste em tapar o nariz e a boca, tentar expirar com força. Desta forma a pressão no canal auditivo eliminará a bolha de ar que obstrui a saída da água.
  • Utilizar-se da ponta de um papel toalha, que é o caso da água localizada na parte mais externa ouvido, pois assim o papel absorverá a água.
👀 Leia também   Exercícios que ajudam a estimular a audição no dia a dia

Caso você queira efetuar as manobras indicadas e o problema persistir, procure imediatamente ajuda médica, pois a água no ouvido pode ocasionar infecções, tornando o tratamento mais difícil. Vale lembrar que estas práticas nunca devem ser realizadas em bebês.

E quando há água no ouvido do bebê?

Quando acontece com um bebê, o diagnóstico fica mais difícil, pois depende da observação dos pais ao perceber o choro da criança. É possível ir eliminando algumas possíveis causas da irritação da criança: pode ser falta de alimentação, sono, calor, frio, etc.

Para isso, não tente tratamentos e manobras alternativas para retirar a água no ouvido no bebê. Imediatamente procure pelo pediatra, informe de suas suspeitas, que ele irá avaliar e dar o tratamento adequado.

Água no ouvido é perigoso?

A presença prolongada de água no ouvido pode levar a complicações, como a otite. É essencial agir rapidamente para evitar dores, febres e perda auditiva. Caso as medidas caseiras não resolvam, é recomendável procurar ajuda médica.

Prevenção

  1. Utilize protetores específicos para mergulho: Invista em protetores auriculares projetados para evitar a entrada de água durante atividades aquáticas.
  2. Evite o uso de cotonetes: Abstenha-se de introduzir cotonetes no ouvido, pois isso pode empurrar a cera para dentro e causar obstruções. A cera desempenha um papel importante na proteção do canal auditivo.
  3. Seque adequadamente após o banho: Certifique-se de secar cuidadosamente a orelha e a entrada do ouvido após o banho, utilizando uma toalha limpa. Isso reduzirá as chances de acúmulo de umidade e prevenirá problemas futuros.

Conclusões

Embora a água no ouvido seja um problema comum, que pode ser resolvido rapidamente, devemos tomar o devido cuidado com as manobras. Cuide da sua saúde auditiva, siga as dicas apresentadas e desfrute do verão sem preocupações. Se persistirem os sintomas, não hesite em procurar auxílio médico.

Esse site trabalha com cookies 🍪 para melhorar as informações e a navegação dos nossos usuários, mas não armazena nenhum tipo de informação pessoal.